Panqueca de banana e um final de semana feliz

Quando vi essa receita pela primeira vez no verso de uma caixinha de aveia fiquei apaixonada! Ingredientes básicos, – aqueles que temos sempre a mão – preparo fácil e rápido.  Sensacional!

Fiquei tão feliz em fazer essa receita! Foi uma satisfação tão grande ver as panquequinhas douradas na manteiga…fiz em um sábado ensolarado e relaxante, e servi para pessoas que amo! Até a pupy, minha cachorrinha, comeu um pedacinho! Que os veterinários não me ouçam!

Ingredientes:

2 bananas

2 col. sopa farinha

2 col. sopa aveia

1 col. sopa açúcar

1 ovo

50 ml de leite

Preparo:

No liquidificador bata todos os ingredientes até formar uma massa consistente.  Para preparar as panquecas, aqueça uma frigideira antiaderente com 1 col. de café de manteiga.  Com uma colher, pegue um pouco de massa e coloque na frigideira, de forma a ficar arredondada.  Deixe dourar e vire as panquecas.

Para acompanhar, fiz um ganache: 200 g de chocolate amargo, 1/2 lata de creme de leite e uma colher de sobremesa de manteiga. Coloque o chocolate e a manteiga em banho maria e, depois de completamente derretida, acrescente o creme de leite. Sirva morno, por cima das panquecas.

Delícia sim ou com certeza? Para testar já!

Imagem:  arquivo pessoal/ ligia gauri

Por Ligia Gauri

Picadinho carioca

Coisa que gosto de fazer é cozinhar! Nada como preparar aquela receita do seu jeitinho. Tenho até manias por causa disso e detesto comer em alguns restaurantes que servem meus pratos preferidos ao estilo “mais ou menos”.

Também cozinho para espantar as tensões, angústias, tristezas ou nervosismo. Por que para mim o ato de cozinhar é praticamente uma cura do espírito.

Faz um tempo que fiz essa receita. Preparei em um domingo tranquilo e perfeito para recuperar as energias. E, claro, sempre é bom dividir com alguém a quem se quer muito bem. Fica melhor ainda!

Igredientes:

800 gramas de carne vermelha em cubos pequenos (usei alcatra, mas se quiser fazer algo espetacular, prefira o filé mignon)

1 lata de cerveja (qualquer tipo) – tá, confesso…usei duas! hahahaha mas uma está de bom tamanho!

3 dentes de alho amassadinhos

1 cebola ralada

1 cenoura ralada

2 col. sopa de azeite

sal e pimenta do reino preta, conforme gosto – por favor…pode até não gosta de pimenta, mas coloca um pouquinho! vai sentir quanto é deliciosa

Preparo:

Em uma frigideira funda e larga (se não tiver, use uma panela espaçosa) doure o alho e a cebola no azeite. Acrescente a cenoura ralada e doure bem. Adicione a carne e deixe dourar até perder o líquido. Acrescente a cerveja. Você vai perceber que forma uma espuminha….sem problemas. Quando reduzir, mais ou menos 10 minutos no fogo médio, vai formar um caldinho grossinho em volta da carne. É esse o ponto!

Servi com arroz, batatas douradas na manteiga e uma farofa de pão (ralei o pão duro donté) com feijão (só os grãos, sem caldo), cenoura e salsinha. Ficou realmente gostoso!

Por Ligia Gauri

Imagem: arquivo pessoal/ ligia gauri

Doce caseiro de abóbora. Uma receita com história

Era pequena e costumava a passar as férias no apartamento da minha bisavó Cecília. Tudo lá era perfeito. Podia acordar a hora que queria, comer o que mais gostava e assistir todos os desenhos da tv. Tomava banho de banheira e espalhava espuma em todo o banheiro. Brincava com esmaltes vermelhos e com os sapatos de salto muito alto que a minha vó tinha.

Casa de vó é um lugar mágico. Foi lá que aprendi a gostar de doce de abóbora e lá também que passei um dos melhores momentos da minha infância. Amava muito minha vó. Ela morreu quando eu tinha 7 anos e ainda hoje faz muita falta.

Eu e minha vó na varanda do apartamento.

Demorei para tentar fazer essa receita, por que tinha medo de que não ficasse como o doce da minha vó.  Passei o dia todo pensando nela, inclusive. É triste dizer que não pude conhecé-la realmente, mas tenho certeza que só conheci o melhor dela!

Receita doce de abóbora:

1,6 kg de abóbora moranga

1kg de açúcar cristal – sim, é muito! mas é doce né, minha gente! Com meio quilo já dá um doce ótimo!

1 col. sopa de cravo

Modo de fazer:

1° corte a abóbora em cubos. Forre uma panela funda e grande com um poquinho de açúcar e acrescente as abóboras, o cravo e o restante do açúçar.

2° coloque no fogo baixo (baixo mesmo!!!) e vá mexendo de vez em quando. Não assuste se formar espuma, só ir mexendo devagarinho!

3° depois de umas 3 horas  cozinhando (sim, faça quando tiver tempo) para apurar bem os três ingredientes, adicione meio copo de água, só para não açucarar. Mexa e deixe fever por mais cinco minutos e está pronto!

4°  divida com seus amigos! Esse foi para a Ana!!

Nada como o cheirinho de abóbora, açúcar e cravo pela casa! É uma delícia!

*Imagem: Ligia Gauri

Por Ligia Gauri

Receita para dias frios: salada quente

Está fazendo um frio medonho, não?! hahahah. Quem é que aguenta comer legumes, saladinhas ou comidinhas mais fresquinhas? Nem pensar! Para aproveitar os alimentos e deixá-los mais com carinha de comida de inverno, fiz essa receita de palmito assado.

A Juanita, o anjo que limpa minha casa toda a semana, trouxe de um sítio palmito fresquinho! Muito suculentos, por sinal! E bem diferente daqueles que costumamos comprar no supermercado!

A “receita” – mais simples impossível – foi a seguinte: fatie o palmito em rodelas grossas, unte um refratário com azeite e acomode os palmitos.  Salpique com sal e pimenta do reino, polvilhe com queijo (usei o que tinha em casa, provolone) e jogue algumas folhinhas de manjericão.  Mais um pouquinho de azeite por cima e uma colher de sopa de farinha de rosca (ou pão donté raladinho).  Assar  ( fogo médio) para depois de 10 minutinhos comer!

Para quem detesta salada (né, Ana? hahahaha) é uma ótima opção! Pode substituir o palmito por batata, mandioquinha, cenoura, vagem…use a imaginação!

*Imagem: Ligia Gauri

Por Ligia Gauri

Looks da Comic Con

Na semana passada rolou a edição 2012 da Comic Con (também conhecida como a maior festa nerd do planeta).  O evento, realizado em San Diego, reuniu estrelas de filmes e seriados de TV, diretores e produtores, além dos já conhecidos cosplayers.

A cada ano que passa a Comic Con ganha mais atenção da mídia e a feira já virou parada obrigatória para a promoção de sagas e seriados. Com isso,  mais tapetes vermelhos e looks inspiradores das celebrities, que estão cada vez mais caprichados.

Separei algumas imagens do que gostei mais nessa edição. Dá uma olhada:

Primeiro, as meninas de Once Upon a Time. Lana Parrilla, que interpreta a vilã da história, foi de vestidinho de couro preto e scarpin da mesma cor, e cabelo preso. Já a Branca de Neve, Ginnifer Godwin, estava lindinha de vestido vermelho com detalhe na barra e no decote, e scarpin com spikes também vermelho.

Jennifer Morrison, então, um deslumbre de vestido azul marinho de um ombro só e trança coroa. (Ignore o estampado uó de Emilie de Ranvin).

Confira mais das duas protagonistas:

Lindinhas, né?

Achei o look de Emily Blunt bem qualquer coisa, mas postei a foto aqui por um motivo: o picumã. O cabelo dela não está lindo? Corte na altura do ombro com as pontas mais claras (olha a californiana de volta aí, gente!).

Michelle Williams foi promover o filme “Oz, the Great and Powerful” com um vestidinho fofo curtinho, mas com manga longa, numa vibe 60’s. Pra completar sandália de saltão uva.

Lea Michele tentou, mas não conseguiu. Tentou fazer a séria com o conjuntinho de Tweed, mas ficou meio desleixada. Gostei não. A cor do picumã está bem bonita, mas tá na hora de cortar esse cabelão, né?!

Já para o painel de Game of Thrones (gente tô viciada nos livros e na série!) a mãe dos dragões, Emilia Clarke, escolheu um macacão preto com decote profundo, combinado com scarpin metálico. Achei luxo!

E Rose Leslie, que interpreta Ygritte (you know nothing, Jon Snow!) foi com vestidinho verde de manga 3/4 e golinha branca. Só não gostei do sapato, acho que pesou um pouco.

Kit Harington, nosso querido João das Neves, quebrou o tornozelo (que dó, que dó) e não foi ao evento, mas o jovem lobo, Richard Madden estava lá pra compensar o nível de magia do painel (TODAS GRITA!!!).

Por Ana Paula Novaes

Imagens: Reprodução Daily Mail, JustJared, Vogue e Tumblr

Sopa rápida de batata e calabresa

Hummmmmmmmm… (A foto é de celular, me perdoem!!!)

Nesse friozinho nada melhor que uma sopinha para aquecer, né?! Sopa é a mais perfeita tradução de comfort food e ainda oferece uma variedade imensa de receitas (ou seja, dá pra fazer uma diferente a cada dia da semana).

Geralmente, sempre que o tempo esfria, eu vou buscar minha marmita de sopa na casa de uma das minhas tias (adoro!!!), mas ontem cheguei em casa com vontade de ir para a cozinha. A ideia era tentar fazer caldo verde, mas como não tinha couve em casa, resolvi improvisar com o que tinha na geladeira. Foi assim que surgiu a minha receita de sopa rápida de batata com calabresa.

Não é sempre que eu tenho coragem de pilotar o fogão, mas quanto tô disposta adoro inventar coisas novas ou misturar temperos novos nas receitas.

A sopinha ficou uma delícia (só acho que deveria ter colocado menos calabresa, mas nada que prejudicasse). Segue a receita:

Ingredientes
– 1batata grande
– 200 a 300 ml de água (fiz de olho mesmo e não anotei a medida)
– 1 colher (sopa) de requeijão
– 1/4 de cebola picada
– calabresa picada (a gosto). Acho que ficaria bom com carne desfiada, carne seca, enfim, o que tiver a disposição.
– azeite
– tempero pronto (a gosto)
– orégano (a gosto)
– queijo ralado

Modo de Preparo
– Cozinhe a batata (pode ser no microondas mesmo), descasque e bata a batata com a água, o tempero pronto e o orégano.
– Acrescente o requeijão e bata novamente. Reserve.
– Pique a cebola e a calabresa em pedaços bem pequenos (eu triturei no mixer).
– Em uma panela, coloque o azeite a cebola e a calabresa. Refoque até dourar.
– Acrescente o líquido e mexa até ferver. Acrescente o queijo ralado.

Plus: pique uma torrada sobre a sopa.

Agora é só comer!!!

PS: Comentários, please?! Contem se deu certo, se a receita foi boa, se gostaram…

Por Ana Paula Novaes

Frango com mostarda em grãos

Adoro mostarda! De todo o jeito, em grãos, como molho, em grãos com molho, na salada, com legumes cozidos, em sanduíches, em carnes brancas e vermelhas e nos peixes.

Acho que a mostarda é um tempero bem versátil, que adiciona sabor na maioria dos pratos simples. Simplesmente deliciosa e melhor ainda se for em grãos…acho incrível o sabor do molho e a textura crocante por fora e macia por dentro dos pequenos grãos.

Para quem não sabe a mostarda é uma especiaria conhecida na Índia há mais de dois mil anos. Há referências a este condimento em textos religiosos (no Alcorão, em histórias budistas, judaicos e bíblicos). Momento aula de História hahahahaha. O grão vem da planta da mostarda, que produz uma flor amarela muito bonita.

No domingão fiz aquele almoço caprichado e tradicional, que já postei aqui para vocês. Agora, ai vai a receita do frango com mostarda em grãos:

Frango com mostarda em grãos

Ingredientes

300g de file de frango

1 col de chá de sal

1 colher e meia de mostarda em grãos (daquelas que vende em potes de vidro no supermercado)

suco de 1 limão

pimenta do reino à gosto

azeite

Modo de fazer:
Misture o sal, a pimenta e a mostarda em grãos em uma travessa. Adicione o frango e misture-o bem com o tempero. Deixe descansar por meia hora. Unte uma frigideira antiaderente com azeite e grelhe os filés de frango. Cuidado que os grãos de mostarda saltam da panela por causa do calor. Sirva quente, com a guarnição que mais gostar. Fica ótimo!

Por Ligia Gauri

Comida de verdade

Domingo, dia de sol, calor, de descanso…o que vamos comer? Inúmeras opções fora de casa já saltam os olhos. Tantos lugares legais a conhecer. Mas, hoje não, este domingo será de comida caseira.

Fiquei pensando que a maioria iria querer um menu que fugisse do dia a dia…nada do basicão, arroz e feijão. Só que, o basicão para mim é comida de festa! Na correria de segunda a sexta-feira, coloco na marmita comida simples e rápida, que não fuja da dieta, de preferência nem sempre . Na maioria das vezes é uma salada com um bocadinho de proteína vulgo peixe assado às pressas no papel alumínio.

Então, a opção foi o bom e velho arroz e feijão, frango grelhado com mostarda em grãos, purê de batata e saladinha de alface, tomate e pepino. Tudo simples, mas fresquinho e delicioso!

A receita do frango na mostarda já já vai aparecer aqui! Depois de 1 hora e meia (cozinhar feijão é o meu maior martírio, por que demora demais!!!), tudo pronto, na mesa, com pessoas famintas ao redor dos pratos e panelas…

Por Ligia Gauri

Comida dos deuses: arroz, feijão, frango, purê e salada! Foto: Ligia Gauri